As vantagens e desvantagens de ser um profissional freelancer

Publicado por

Parece um sonho, mas como todo sonho, ele tem seu fim. A vida de freelancer pode ser maravilhosa, mas também pode ser o caos para alguns

Sem trânsito, sem despertador, sem virar a sexta fazendo hora extra. Parece o trabalho dos sonhos, né? Pois te digo: sim, para algumas pessoas esse pode ser o método perfeito para trabalhar feliz.

Ser freelancer é fazer tarefas do cômodo da sua casa, relaxado no sofá, de moletom e com aquele chocolate quente para acompanhar o friozinho. Mas também é ter um salário instável, ganhar dinheiro apenas por cada trabalho entregue. Se não entregou nada em abril, nada receberá. Abaixo listamos todas as vantagens e os empecilhos de se jogar no trabalho livre.

GO FOR IT!

As vantagens vão além das que citamos acima. Se liga nas delícias de ser freela*:

  • O trabalho pode ser feito a qualquer hora, em qualquer dia, de qualquer lugar. Só é preciso respeitar o deadline (data limite da entrega do serviço). Sim, você pode estar curtindo o verão do nordeste ou o inverno da Europa e mesmo assim ainda ganhar um extra trabalhando como freela;
  • Já imaginou uma vida sem o caos do trânsito às 7h da manhã? Se a sua resposta é “sim”, talvez esse seja o tipo de serviço perfeito para você;
  • Nada de chefe reclamando no seu ouvido. Pelo menos não às 9h da manhã enquanto você ainda está enchendo a xícara de café. E muito menos naqueles cinco minutos do segundo tempo, quando você está prestes a finalizar tudo e partir pro feriadão. Dê adeus ao chefe chato;
  • Financeiramente, a vida pode melhorar (e muito!). Muitas empresas pagam um valor abaixo do mercado para certas profissões. Quando você trabalha como freela, eles são obrigados a pagar por trabalho feito e não pelo cargo que você tem. Então rola tentar negociar esse valor dependendo da agilidade que querem ele entregue pronto. Como você vai ganhar por job**, talvez faça menos tarefas por mês e mesmo assim ganhe mais do que um funcionário fixo da empresa;
  • “Essa pessoa pode se regularizar e ter os direitos trabalhistas, basta se cadastrar como Microempreendedor Individual (MEI). Fazendo isso, o microempreendedor NÃO PAGA IMPOSTO DE RENDA se movimentar até o limite de 82 mil reais por ano. Esse valor não é sobre o lucro, é sobre as negociações de compra e venda, a movimentação de dinheiro”, explica o coordenador da sessão do MEI em Carangola, Jaime Machado, 47.

(DO NOT) GO FOR IT!

As desvantagens podem ser um tanto quanto alarmantes (financeiramente), mas para tudo se dá um jeitinho quando o que importa é se manter bem longe do chefe. Saca só as dores de ser freela:

  • Se você tem um sol, uma lua, um Marte que seja em virgem, tem tudo para dar certo nessa área porque organização tem que ser seu lema! Sem planejamento, o “trem” desanda e os trabalhos começam a se acumular. Ou pior! Você atrasa as entregas e acaba perdendo jobs. Fique de olho no calendário para não perder o deadline;
  • Se a empresa para a qual você fizer os serviços não te der recibo ou nenhum comprovante da sua renda, você terá que ter tudo anotadinho no caderno para ficar a par com a justiça e declarar o imposto de renda corretamente. Neste caso, teria que declarar como pessoa física;
  • Nada de vantagens! Vai ter que começar a se acostumar a uma vida sem plano de saúde, sem vale-refeição, sem vale-transporte, etc;
  • Quer aposentar, tirar licença-maternidade e outros direitos trabalhistas? Esquece! Só existe a possibilidade de conseguir isso se você se tornar um MEI e declarar o imposto de renda como pessoa jurídica. Ah! Como tudo ligado ao governo, claro que você tem que pagar para se tornar um microempreendedor (a partir de uma mensalidade em torno de 55 reais). Está achando que vida de empresário são só flores? HA HA HA;
  • “Como MEI, a pessoa deve ter o controle de todos os serviços prestados ou vendas feitas para fazer a declaração de renda. Isso é obrigatório (fazer a declaração)! Tem de janeiro até o dia 30 de maio para fazer isso. Se ele não fizer, leva uma multa de 60 reais”, alerta Jaime.

Temos muitos direitos e deveres como trabalhador autônomo ou microempreendedor. Vale agora você colocar os prós e contras na balança e perceber se esse modo de trabalho se encaixa no seu modo de vida. Boa sorte! Tamo junto! 😉

* Freela: termo encurtado de “freelancer” (palavra inglesa)

* Job: significa “trabalho” em inglês

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s