I Love Carangola com Contexto

Publicado por

O primeiro cursinho da região trouxe metodologias diferentes e megaeficazes

Ela estava cansada da sistematização do ensino. Já trabalhava em colégios há anos, mas foi numa associação em Petrópolis, 20 anos atrás, que ela se encontrou dentro da educação. Ludimila Bevilaqua, 48, atualmente é a idealizadora do Contexto e leva consigo a gratidão de ter alcançado tantos jovens. A sua tropa é tropa messsmo! Eles vestem a camisa e morrem de orgulho de estudarem com professores (e métodos) tão diversificados.

“Me incomodava muito o sistema de ensino, a fragmentação do conteúdo. Como aluna já me incomodava bastante. Minha mãe sempre foi muito lúdica ao ensinar, então me espelhei nessa criação dela dentro de sala de aula. Depois, como professora, eu continuei com essa angústia da fragmentação. Aí comecei a fazer pesquisas com os meus alunos. Via as reações diante de determinado conteúdo, o que eles traziam de frustrações em relação aos estudos, o que fazia com que eles ficassem felizes, o que estimulava, o que funcionava e o que não funcionava. Eu comecei a analisar e fazer registros dessas histórias todas”, Ludimila.

contexto-carangola-contexto-espera-feliz-cursinho-pre-enem-noticias-espera-feliz-ludimila-bevilaqua-autora-mayra-russo-foto-folha-da-terra

A professora Ludimila sempre foi cercada de amor. É conhecida por muitos como “tia Ludi” pela diferença que fez na vida de cada um nas suas aulas de espanhol e de redação no colégio. A chance de recomeçar no ensino veio graças aos pais de seus alunos, que viviam procurando ela para dar reforço pros adolescentes. “Eu tinha muita procura pelos pais para dar aula particular, aí abri uma turma de seis alunos para estudar a palavra, o texto, a interpretação… Comecei com eles na minha casa. Continuei a minha pesquisa sobre ensino com eles, que é a metodologia que hoje existe aqui no Contexto. Esses alunos contribuíram muito. Eles foram a semente de um processo e foram também multiplicadores”, reflete ela. Depois as turmas foram aumentando, passou a ter mais grupos de estudos e percebeu que era a hora de ter um espaço todo voltado para esses seus cúmplices do conhecimento.

INSPIRAÇÃO

Muito antes de idealizar o Contexto, Ludimila teve “A experiência” numa associação de pais que trabalhou em Petrópolis. Há 20 anos ela se encontrou dentro de um novo sistema. “A associação de pais era composta por pais que tinham essa inquietação do sistemão e que se juntaram para criar uma associação sem fins lucrativos para os filhos”, conta ela. A galera tinha aula de teatro, música e, definitivamente, não estavam enquadrados na sistematização do ensino. Pelo contrário, eles aprendiam de forma lúdica.

Hoje, muito dessa experiência ela aplica no seu cursinho. Prova, por exemplo, é algo que não existe no dicionário dos profissionais do Contexto. Sem pressão, com muita diversão e conhecimento eles conseguem chegar no adolescente de maneira eficaz.

“A prova não é uma definição da sua vida, é uma passagem. Trabalho muito isso com eles, sobre entender o conteúdo da avaliação sem sofrimento porque tem muitos alunos estressados, com crise de ansiedade, excesso de atividades, de carga horária… Aqui no cursinho não tem prova. Fazemos simulações da prova porque eles precisam passar por isso para se preparar pro ENEM em novembro”, Ludimila.

VESTINDO A CAMISA

Quem é ou frequenta diariamente Carangola e Espera Feliz está sempre esbarrando com algum jovem com a camisa do Contexto nas ruas. Quando cruzam com eles nas provas de ENEM e PISM então… O povo treeeeme! O receio é grande porque a metodologia deles está mais do que aprovada pelos adolescentes que amam o cursinho e que não trocam ele por nada! Nem mesmo pela liberdade de morar numa cidade grande para poder focar nos estudos.

“Antes havia um debandada do terceirão nas escolas daqui. Hoje é diferente. 90% da galera do pré-ENEM do Contexto de Carangola e de Espera Feliz é aluno do 3° ano. Tem alguns que já terminaram o colégio, mas decidiram não ir embora e fazer cursinho por aqui”, Ludimila

Com os professores e funcionários também não é diferente. Todo mundo está decidindo ficar por aqui depois da criação do primeiro cursinho voltado para PISM e ENEM na região. Há ainda aqueles que foram embora porque na época deles não havia nada parecido com o Contexto e agora reforçam o quadro de professores. “Uma das minhas alunas, a Adrieli Laviola, está comigo hoje. Ela dá aulas de linguagem e de inglês. Ela ficou fora de Carangola um tempo e está fazendo doutorado agora”, diz toda orgulhosa. E ainda pede: “quero muito que venham mais alunos dar aula aqui!”

contexto-carangola-contexto-espera-feliz-cursinho-pre-enem-cultura-carangola-ludimila-bevilaqua-autora-mayra-russo-foto-folha-da-terra

Ludimila morre de orgulho de tudo que construiu e com quem dividiu toda essa trajetória. Foi ela quem deu a mão para a Meirielly Castro, 19, conseguir o primeiro emprego. “A minha secretária está no primeiro trabalho dela. Ela veio da guarda-mirim e hoje ela é meu braço direito. Ela arrebenta no trabalho dela. Que golaço!”, celebra. Os professores também vêm para complementar a metodologia idealizada por Ludi. “O professor tem que entender quem é o aluno, que ele é a prioridade. O aluno tem que ser a causa. Tudo que virá a partir disso é consequência. É preciso entender o aluno diante daquele conteúdo. Peço sempre para os professores valorizarem as múltiplas inteligências e usar isso como sua melhor ferramenta”, revela ela o segredo de comandar o cursinho amado pelos adolescentes da região.

Não é fácil fazer jovem gostar de estudar, mas a famosa tia Ludi garante que basta ter paixão e entender o aluno que logo ele veste a camisa para entrar em jogo com tudo.

 

resumo-autores-mayra-russo-folha-da-terra-carangola

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s