Dia dos pais: o pãe que todo mundo merece ter

Publicado por

Ele é pai e mãe. Não por opção, mas porque a vida o obrigou a ser dois em um e muito mais

“Eu mudei totalmente depois que minha esposa morreu. Percebi que não valia a pena ser chato, brigar por qualquer coisa… Hoje toco a minha vida sem ganância, não seguro dinheiro demais”, Sebastião Fidélis

O fazendeiro Sebastião Fidélis, 63, percebeu a tempo que a vida é curta demais para ficarmos resmungando pelos cantos. Cada conquista dos filhos (por menor que seja), cada passeio, cada momento com os amigos deve ser vivido intensamente porque de uma hora pra outra, infelizmente, a vida se esvai. Como poetizou Lulu Santos, “hoje o tempo voa, amor. Escorre pelas mãos mesmo sem se sentir”.

“Eu já estava há seis dias direto no hospital com minha esposa quando ela me falou para eu ir pra casa descansar um pouco. A irmã dela ficou com ela naquela noite. Fui pra casa, bebi uma cervejinha e apaguei. Quando foi 7h da manhã o telefone tocou. Era a minha cunhada falando pra ir correndo pro hospital porque a minha mulher tinha tido uma parada cardíaca. Quando cheguei lá a médica saiu com ela cheia de aparelho e falou para eu rezar por meia hora. Mas não deu nem vinte minutos para voltarem avisando do falecimento. Ninguém esperava!”, Sebastião

Reviver aquele dia ainda dói no Tião, mas a força que ele busca em seus dois filhos, Rafael Fidélis, 17, e Titina Cardoso, 29, é o que o faz querer dar o seu melhor diariamente. “Eu toco a minha vida como se ela estivesse viva. A força dela me ajuda. Faço tudo sozinho desde que ela se foi”, conta ele. “Quero ver meu filho formado na escola. Aí vou estar realizado! Fiquei muito feliz de casar a Titina, que foi algo que a mãe dela queria ver quando estava viva. Não troco nada por eles dois. Eles são a minha prioridade!”, complementa. Titina é mais do que grata por tudo o que o pai fez por ela e, principalmente, por seu irmão, que tinha apenas nove anos quando a mãe morreu.

“No início, ele ficou meio perdido, mas sempre foi um pai muito presente e participativo. Então, logo conseguiu dar a volta por cima e continuou tocando a vida. Até porque nós todos sofremos muito e precisamos de apoio, mas uma criança inspira ainda muito mais cuidado. Ele não teve tempo direito para ficar remoendo as dores”, Titina

Do mesmo jeito que o pai morre de orgulho das conquistas dos filhos, eles também têm muito do que se orgulhar ao olhar pro paizão. “Ver que meu pai deu conta de criar meu irmão durante anos sozinho é uma satisfação enorme. Quando falo em criar é o dia a dia mesmo, educar com valores, cuidar da comida, da casa, levar para a escola, para outras atividades. Meu pai é de uma geração que os homens não faziam esse tipo de papel”, explica Titina.

dia-dos-pais-pai-viuvo-folha-da-terra-carangola-noticias-autora-mayra-russo-foto-arquivo-pessoal

Um dos receios dela era que a família se desfizesse após o falecimento da mãe. É que a história é muito mais profunda do que imaginam. É amor, é compaixão, é solidariedade, é humildade, é força, é laço que não se desfaz, mesmo o Sebastião tendo casado com a Janice quando a filha dela, Titina, tinha apenas quatro anos e mais tarde tendo adotado Rafael junto com a esposa. “Achei que minha família ia desmoronar porque ela era o centro da casa. Meu pai conseguiu manter a nossa união. Eu, meu pai e meu irmão temos uma ligação muito grande, que ultrapassa vínculos sanguíneos. A família é construída com o cuidado e o carinho do dia a dia”, argumenta a filha.

Muitos pais preferem ficar de coadjuvante na criação dos filhos, mas muitos outros adoram dividir o protagonismo. Porém, às vezes, a vida te força a seguir carreira solo. Aí é sacudir a poeira, levantar a cabeça e dar a volta por cima, assim como o Tião. 

dia-dos-pais-pai-viuvo-pai-adotivo-folha-da-terra-carangola-noticias-autora-mayra-russo-foto-arquivo-pessoal

Fotos: arquivo pessoal

 

resumo-autores-mayra-russo-folha-da-terra-carangola

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s