Saiba como fazer um peru suculento neste natal

Publicado por

Conversamos com Laisi Corrêa, Chef de Cozinha  do Bombocado Bistrô, que nos passou algumas dicas, confira:

Muitas pessoas optam pelo Peru na composição de uma boa ceia de natal. Porém é preciso saber deixar o alimento suculento.  Muitas vezes o Peru é utilizado na confraternização mais por sua simbologia do que pela paixão degustativa que desperta.  Quantas vezes o pobrezinho já foi deixado de lado por ser considerado seco e frio? Com isso, outros alimentos como Chester, leitão e pernil acabam sendo mais concorridos. Mas é preciso fazer justiça com a ave que matou a fome dos colonizadores europeus. Conversamos com Laisi Corrêa, Chef de Cozinha  do Bombocado Bistrô. Ela nos passou ótimas dicas para não deixar o peru seco em uma ceia de natal. Se liga só:

-Prepare a marinada: Misture uma xícara de suco de laranja. Duas xícaras de vinho branco seco, 4 dentes de alho cortados em lâminas, 5 folhas de louro, uma colher (sopa) de sal, ½ colher (sopa) de pimenta-do-reino em grãos.

-Passe manteiga sob a pele: misture 3/4 de xícara de manteiga amolecida em temperatura ambiente com 1 colher de sopa de sálvia, alecrim e tomilho picados. Com muito cuidado, levante a pele da ave e espalhe parte da manteiga sobre a carne, sem romper a pele. Esse truque vai deixar a carne mais tenra e saborosa.

-Aromatize o peru por dentro: pique 3 talos de salsão, 2 cenouras, 2 colheres de sopa de tomilho e sálvia. Se quiser, corte 2 cebolas ao meio e espete cravos nas metades ou use casca de laranja, que empresta seu aroma delicado à carne. Antes de levar o peru ao forno, coloque esses temperos na cavidade interna.

-Amarre as coxas com um barbante: mantém o corpo firme e permite que doure de maneira uniforme. No caso das asas, basta torcê-las para baixo das coxas.

-Asse manteiga sobre a pele: espalhe generosamente a manteiga aromatizada restante em toda a superfície da ave. Esse procedimento vai ajudar a deixar a pele dourada

-Cubra o peru: envolva-o com papel-alumínio e leve ao forno por uma hora e meia, dependendo do tamanho. Regue-o constantemente para não ressecar e levante a folha cada vez que for regar.

-Cozimento: para testar, espete uma faca fina no peito da ave. Se escorrer um líquido rosado e a carne estiver mole, é sinal de que ainda não assou o suficiente. Se o líquido for claro e a carne firme e branquinha, a ave está no ponto. Na meia hora final, retire o alumínio para dourar a pele.

Foto/reprodução: Unimed Fortaleza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.