Bazar beneficente irá ajudar carangolense portador de doença degenerativa

Publicado por

O bazar irá contar com peças de 10 e 20 reais

Nos dias 11, 12 e 13 de abril, o brechó MARYlú, com o apoio do Interact Club de Carangola, irá fazer um bazar para ajudar o jovem Emanuel Moreira, portador de uma doença rara e degenerativa chamada de Niemann Pick C. A família do carangolense está sempre em busca de ajuda para que ele possa continuar o tratamento de alto custo.

As roupas estarão com um precinho especial, podendo ser compradas por apenas 10 e 20 reais. De quebra, ainda vai rolar sorteio de um vale-compra de 150 reais para quem adquirir alguma peça nos dias do bazar beneficente. O resultado sairá no dia 15 de abril.

“O Emanuel tem 17 anos e é um menino lindo que convive há mais ou menos nove anos com uma doença rara e degenerativa. A família dele fez dessa luta diária um exemplo de vida e de fé, e mesmo levando tudo da melhor maneira possível, precisa contar com a ajuda de outras pessoas por conta dos altos custos com remédios alimentação, tratamentos e tantas outras coisas”, proprietária da MARYlú, Luciana Cerqueira

Para quem não sabe, no fim do ano passado, a família do carangolense lançou um livro contando a trajetória do Emanuel (veja aqui). Partiu ajudá-lo semana que vem?

bazar-beneficente-marylu-carangola-emanuel-moreira-Niemann-Pick-C.-carangola-autora-mayra-russo-foto-reproducao-instagram

Fotos: reprodução/Instagram

 

resumo-autores-mayra-russo-folha-da-terra-carangola

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.