Como ir ao RiR sem se estressar com transporte de ida e volta

Publicado por

Congestionamento, superlotação e falta de transportes suficientes (como Uber e táxi) são alguns dos problemas que dá pra evitar durante o Rock in Rio

Nesta quinta-feira (11), os ingressos pro Rock in Rio vão estar de novo à venda pelo site Ingresso.com. Vão ser sete dias agitando a Cidade do Rock, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Entre pop, rock, eletrônica, funk e hip-hop, o palco mundo vai trazer Drake, Card B, Anitta, Pink, Foo Fighters, Red Hot Chili Peppers, Iron Maiden e muito mais.

Com todo o line-up apresentado (inclusive dos outros palcos), agora é a hora de escolher o melhor dia e planejar a viagem que vai te levar pro maior festival nacional. De acordo com o turismólogo da Be Happy Turismo, Eduardo de Azevedo, vale a pena ir cedo para conhecer todo o espaço. Tem brinquedos, lojas de lembrancinhas do RiR, área de tecnologia, entre outros. É fato que ficar parado você não vai. E ainda vai dar tempo pra tirar aquelas fotos que vão lotar o seu feed do Instagram. O grande problema é: como chegar até o evento?

Eduardo foi ao Rock in Rio em 2017 e enfrentou um baita estresse ao tentar sair do espaço. Assim como ele, uma multidão resolveu ir embora assim que as apresentações do palco mundo chegaram ao fim. “A fila pra pegar táxi estava gigante! Nem entrei nela, senão ia ficar muito tempo esperando ali. Fui andando até tentar achar um táxi. Como aquela região fica toda fechada para transportes, só pode entrar quem é credenciado. Então tinha as frotas de táxis credenciadas e alguns moradores dali que estavam fazendo bico de táxi também. Foi com um desses que conseguimos pegar e ir pra casa”, explica ele, que só conseguiu chegar na casa que alugaram (no mesmo bairro do evento) só umas três horas depois.

Por já ser de madrugada, todo mundo acaba preferindo pegar táxi para chegar mais rápido e com mais segurança em casa. O problema é que o RiR atrai uma multidão e multidão gera filas “intermináveis”. Segundo o Dudu, o melhor jeito de ir e voltar sem grandes estresses é contratando translados. “Teve um grupo que saiu de Carangola contratando o pacote da CVC que inclui hospedagem + translado (do hotel pro festival e vice-versa) + seguro viagem + ingresso do Rock in Rio. Eles não tiveram problema algum com o transporte de ida e volta. Para eles foi tranquilo porque existem várias opções de horários pro translado e isso tudo já fica combinado antecipadamente”, relata. Depois do perrengue que passou em 2017, ele já afirma que quando voltar à Cidade do Rock com certeza irá contratar um serviço assim.

Os pacotes da CVC vão desde R$ 831 até R$ 1825 dependendo do hotel que escolher. Para saber mais detalhes sobre os translados e os pacotes é só entrar em contato com a Be Happy Turismo pelo telefone 3741-3644.

Fotos: divulgação

 

resumo-autores-mayra-russo-folha-da-terra-carangola

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.